terça-feira, 9 de março de 2021

Corrida...e tempo

 


O tema não é novo, mas traz-nos novamente a dicotomia entre o tempo que temos disponível para treinar e o benefício que daí podemos retirar. O excesso de peso entre a população é uma realidade, sendo que muitas pessoas fazem da corrida, uma forma de exercício para a perda de peso. Um estudo recente, comparou a corrida contínua de baixa a média intensidade (entre 3000-5000m) e corrida intervalada de alta intensidade (200m alternando com períodos curtos de descanso). Após 2 meses de testes, com vários parâmetros monitorizados (descanso, alimentação, ingestão calórica, etc), o grupo que perdeu mais massa gorda, reduziu o IMC, melhorou de forma consistente a nível cardiorrespiratório, baixou PA e  melhorou outros factores metabólicos, foi o grupo que fez corrida intervalada de alta intensidade. Com isto podemos tirar várias conclusões: o treino intervalado permite “poupar” tempo quando se pretende treinar; o treino intervalado de alta intensidade mostra maiores benefícios para a saúde quando comparados com métodos de baixa/média intensidade; o treino intervalado de alta intensidade pode e deve ser adaptado à realidade individual, ou seja, intensidade elevada deverá ser ajustada a cada pessoa e não formatada de forma igual para todas as pessoas. Por exemplo alta intensidade para uma pessoa com excesso de peso, podem ser 200m de caminhada rápida.

Resumindo, não há desculpa para não aproveitar os benefícios da corrida ou da falta de tempo.

Bons treinos

Hugo Silva

Instagram: hugo_silva_coach

-Licenciatura Educação Física/Especialização Treino Personalizado
-Pós-Graduação em Marketing do Fitness 
-Pós-Graduando em Strength and Conditioning
-Director Técnico ginásio Lisboa Racket Centre



Sem comentários:

Publicar um comentário