terça-feira, 6 de outubro de 2020

Mãe, posso correr?

 



Esta semana, Carlos Neto, professor da Faculdade de Motricidade Humana adiantou que cerca de 80% das crianças portuguesas ficaram sedentárias com o confinamento. Este cenário, segundo o professor, poderá trazer grandes problemas no desenvolvimento futuro destas crianças. Olhamos para as crianças portuguesas e o cenário não é agradável.

-  Níveis de aptidão física continuam a baixar década após década;

- Falta de concentração, ansiedade, incapacidade para lidar com adversidades e desafios em ambiente escolar são crescentes;

- Falta de criatividade motora;

- Um terço das crianças tem excesso de peso ou é obesa;

- Número de crianças com diabetes tipo 2 está a aumentar;

 

Neste sentido, o que não pode acontecer na escola é que as crianças continuem confinadas dentro da sala de aula ou no recreio. É a altura certa para mudar a escola e adaptá-la aos novos tempos, o ambiente escolar deve propiciar brincadeiras ao ar livre, de forma que a crianças se possam exprimir cognitivamente, garantindo sempre a segurança de todos.

 

Bons treinos

Hugo Silva

Instagram: hugo_silva_coach

-Licenciatura Educação Física/Especialização Treino Personalizado
-Pós-Graduação em Marketing do Fitness 
-Pós-Graduando em Strength and Conditioning
-Director Técnico ginásio Lisboa Racket Centre


Sem comentários:

Publicar um comentário